26 de jan de 2010

A gente consome ou é consumido ?


Interessante pensarmos nessa questão, pois nos passa batido a questão do consumismo nesse aspecto.
Estamos acostumados a pensar somente em uma direção, no quanto acabamos consumindo demais, principalmente no que diz relação a comida.
Existe uma indústria de marketing atrás de todo esse processo que tem a função de passar aos clientes que estes precisam experimentar, comprar, provar determinados alimentos e não os culpo por isso, esse é o trabalho deles.

Mas me pergunto o que nos leva a entrar nesse gigante mundo consumidor, e o aspecto que acredito ser sério, é que se não participarmos desse processo nos sentimos menos, excluídos, como ETS em uma sociedade onde o natural é comprar, é o ter.
Tem uma empresa de sanduíches em minha cidade ao qual fiz a opção de não conhecer, e quando faço esse comentário as pessoas dizem: Nossa, mas porque? E eu respondo: Não preciso comer esse sanduiche para me sentir bem.

Em um primeiro momento parece radical , porém essa é uma opção pessoal de cuidar de mim, de escolher comer um alimento mais saudável, ou mais nutritivo, mas claro, isso não quer dizer que nunca como algum outro sanduíche, mas que eu escolho o que quero, que tenho opções, e que para ser parte de uma sociedade, não preciso participar de todos processos apresentados, de comprar todas as novidades para me sentir “por dentro“, sentir-me feliz.
Experimento coisas diferentes, também consumo, porém de uma forma mais regrada, dentro do que acredito ser ideal para mim.

Essa introdução que fiz falando desse mercado do consumo, tem o objetivo de mostrar que na verdade não somos meros consumidores e sim que somos consumidos por todo uma estratégia comercial ,por uma idéia e somos levados a acreditar que temos que comprar, experimentar, e somos sim consumidos …

A gente consome porque queremos ou queremos porque somos levados a consumir?

Fica uma reflexão para pensarmos…

Luciana Kotaka - Psicóloga
Este Blog tem a função de transmitir informação e NÃO faz parte de uma consulta com profissionais. É preciso saber que a individualidade existe e que não é tudo que funciona para todo mundo. Informe-se e procure um profissional na hora de aplicar a informação!
Obrigada a todos que passam por aqui!