10 de abr de 2010

Diz estudo: caminhar ajuda as mulheres na prevenção de derrames



Pesquisadores da Universidade de Havard, acompanharam por 12 anos, mais de 39 mil americanas com média de idade de 54 anos, os pesquisadores da Universidade de Harvard descobriram que aquelas que fazem caminhadas regulares a uma velocidade de pelo menos 4,8 km/h teriam 37% menor risco de sofrer um derrame, comparadas àquelas que não fazem esta atividade. Então, fazer caminhadas a passos rápidos pelo menos duas horas por semana pode ser uma boa maneira de as mulheres manterem a forma e reduzirem seus riscos de sofrerem um derrame.

Atividade física, incluindo a caminhada regular, é um importante comportamento modificável para a prevenção do derrame”, ressaltou o pesquisador Jacob Sattelmair, "Para uma estimativa grosseira de passo rápido, você deve ser capaz de falar, mas não conseguir cantar. Se você não puder falar, reduza um pouco; se puder cantar, caminhe um pouco mais rápido”, explicou o especialista.


Fonte: Uol Blog Saúde
Imagem: http://meninasdepantufa.blogspot.com
Pesquisa - Edição Abril - Revista Stroke

0 comentários:

Este Blog tem a função de transmitir informação e NÃO faz parte de uma consulta com profissionais. É preciso saber que a individualidade existe e que não é tudo que funciona para todo mundo. Informe-se e procure um profissional na hora de aplicar a informação!
Obrigada a todos que passam por aqui!