10 de abr de 2011

O uso da Homeopatia na Dengue

foto www.globo.com por Rosangela Vecchi Bittar Título de Especialista em Terapia Floral pela Universidade Federal de Pernambuco – Pesquisadora - Mestre em Reiki – Magnified Healing – Aromaterapeuta – Cromoterapeuta – Apometria Quântica – Bioeletrografia. CRT 42435 Um dos principais problemas de saúde pública no Brasil é a Dengue.A Organização Mundial de Saúde - OMS, estima que anualmente 50 a 100 milhões de pessoas sejam infectadas. O Aedes aegypti mosquito transmissor da dengue encontrou no Brasil as condições socioambientais favoráveis a sua expansão. O Município de Macaé no Estado do Rio de Janeiro, desde 2007 tem feito intervenções utilizando a Homeopatia na prevenção e tratamento da Dengue utilizando os seguintes componentes homeopáticos: Eupatorium extraído de uma planta americana usado na dengue clássica Phosphorus o fosforo mineral que controla a coagulação Crotalus horridus que é veneno de cascavel americana que é contra a dengue hemorrágica Gefion usado nos casos mais graves de dengue Natrum Nuriaticum que é o sal de cozinha em dose homeopática para os sintomas principalmente sintomas gastrintestinais e desidratação. Na primeira campanha foram distribuídas 156 mil doses do medicamento homeopatico para um número de habitantes estimado em 188 mil. Concomitante a campanha a Secretaria de Saúde do Município de Macaé manteve e intensificou outras medidas para o controle do mosquito Aedes aegypto, vigilância epidemiológica e educação dos profissionais de saúde e da população. O trabalho funciona com busca ativa e conscientização da população cuja adesão é voluntária.Cabe ressaltar a grande aceitação dos medicamentos homeopáticos e o baixo custo. E no caso acima é ministrado em gotas considerando em especial os casos de reincidência nas unidades de saúde. Seguindo o exemplo de Macaé, em 2008, há a oferta de tratamento homeopático integral em Vitória Estado do Espírito Santo há o estudo do uso da Homeopatia na prevenção e no tratamento da dengue, realizado através da coordenação de Práticas Integrativas e Complementares da Secretaria de Estado de Saúde. Tudo isso, é possível graças a a Política de Práticas Integrativas uma conquista legitimada em 2006 pela Portaria n.971 do Ministério da Saúde - SUS. Desde 2007 o Laboratório Almeida Prado comercializa produto desenvolvido por Dr. Renan Marino em 2007, o Proden tem três componentes: Eupatorium perfolatium, planta medicinal com ação analgésica sobre as dores no corpo, típicas da dengue; Phosphorus, mineral que protege as funções hepáticas comprometidas pela ação do vírus reduzindo náuseas e vômitos; Crotalus horridus, preparado a partir do veneno da cascavel. O medicamento auxilia na coagulação do sangue, no caso da dengue hemorrágica. Informações disponível no site http://www.ecomedicina.com.br Vejam também meus blogs: http://consultasterapiafloral.blogspot.com/ http://terapiafloralqualidadedevida.blogspot.com/ http://praticascomplementaresasaude.blogspot.com/ Coordenadora das Práticas Integrativas e Complementares da Associação Brasileira de Alzheimer ABRAz– Regional Pernambuco Terapeuta Floral Voluntária da Oncologia do Hospital das Clínicas da UFPE Cursos e Palestras Consultas presenciais em Boa Viagem - Pe Contato: (81)8843-0584 e 8130-5882 Consultas pela Internet: E-mail rosangela.bittar@globo.com Skype: rosangelaflorais

1 comentários:

Regina disse...

Muito interessante essa matéria. Gostei muito.

10/4/11
Este Blog tem a função de transmitir informação e NÃO faz parte de uma consulta com profissionais. É preciso saber que a individualidade existe e que não é tudo que funciona para todo mundo. Informe-se e procure um profissional na hora de aplicar a informação!
Obrigada a todos que passam por aqui!