3 de nov de 2011

O Uso do Gengibre

O Uso do Gengibre Por Rosangela Vecchi Bittar O Gengibre é uma planta cuja raiz é utilizada como alimento termogênico têm sido indicado os regimes alimentares por acelerar o meabolismo, bom para estados gripais, problemas de garganta, como condimento para alimentos como tempero (peixadas, moquecas, etc., frango) e em bebidas. A planta pertencente a família botânica da Zingiberaceae tem como nome botânico: Zingiber officinale é oriundo da Índia, Jamaica, África, China, Filipinas, Haiti também encontrado no Brasil. O chá do gengibre é bom para câimbras, enjôos, indigestão, gripes e resfriados, adicionar mel e limão. Para se fazer o óleo essencial usa-se a raiz pelo método de destilação tem mo constituintes químicos borneol, citral, cineol, limoneno,felandreno, canfeno, zingibereno, álcoois ssquiterpenóides, gingerol, gingerona. É um remédio antigo seu nome deriva do sânscrito grinavera que significa em forma de chifre, isto em referência ao formato das raízes. Zingibar é o nome antigo usado pelos romanos e gregos. O gengibre é mencionado por Dioscorides e Hipócrates pelas suas qualidades aquecedoras e digestivas. Os romanos o usavam principalmente na culinária. Na Medicina chinesa como erva aquecedora para os pulmões e intestinos. Na Idade Média era um aromatizador de pratos. Qualidades terapêuticas: carminativo, estimulante, rubefaciente, estomacal, anti-séptico, tônico, catalisador, febrífugo, analgésico, anti-escorbuto (doença que ocorre por insuficiência de vit.C), sudorífero, expectorante, estimulante do apetite, afrodisíaco. No corpo: Sistema digestivo é bom para: flatulência, dispepsia, cólicas, náuseas, enjôo de viagem, vômitos e diarréia. Aquece e estimula os intestinos e estomago. Sistema respiratório: estimula os pulmões a expelir catarro e ao sistema imunológico. Os chineses consideram remédio para aquecer e secar os pulmões, portanto bom para os estados de excesso de umidade. Indicado para problemas nas articulações, dores, gota, problemas de coluna, câimbras, sensação de frio e nos casos de menstruação atrasada. Estimula a circulação, alivia angina, acredita-se que auxilie a reduzir colesterol e varizes. Nos casos de impotência o óleo de gengibre deve ser misturado ao óleo de canela, coentro e alecrim. No pós-parto ajuda a dissolver coágulos remanescentes. Também o óleo de gengibre aguça os sentidos. Na pele trata contusões, espinhas e feridas. O óleo essencial misturado ao um óleo carreador como semente de uvas, girassol, amêndoas doces ou outro de sua escolha para uso em massagens, esfregar no peito no caso de gripe e resfriado. Usar localmente no caso de dores também podem ser feitas compressas quentes. Nos problemas digestivos ou menstruais aplicar sob o abdômen. Nos problemas respiratórios pode ser usado em massagem ou em infusor ambiental etc. Na mente: aguça os sentidos, estimula a memória, reanima indicado para fadiga, estimula e equilibra. Precaução: pode irritar peles sensíveis. Aproveitem os benefícios do gengibre! Rosangela Vecchi Bittar Especialista em Terapia Floral pela UFPE, Aromaterapeuta, Mestre em Reiki. Professora, escritora, terapeuta, palestrante. Coordenadora das Práticas Integrativas e Complementares da Associação Brasileira de Alzheimer ABRAz– Regional Pernambuco Terapeuta Floral Voluntária da Oncologia do Hospital das Clínicas da UFPE Cursos e Trabalho em grupos de apoio. Consultas presenciais em Boa Viagem - Pe Contato: (81)8843-0584 e Consultas pela Internet: via Skype: rosangelaflorais E-mail rosangela.bittar@globo.com Livros publicados: O Uso prático da Terapia fLoral na Obesidade ebook Viaebooks Livro em lançamento para o final de novembo pela editora Laços de S.Paulo: Os Benefícios das Essências Florais de Bach no Alzheimer.

0 comentários:

Este Blog tem a função de transmitir informação e NÃO faz parte de uma consulta com profissionais. É preciso saber que a individualidade existe e que não é tudo que funciona para todo mundo. Informe-se e procure um profissional na hora de aplicar a informação!
Obrigada a todos que passam por aqui!